24 de Fevereiro de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Ministérios Terça-feira, 02 de Maio de 2023, 17:06 - A | A

Terça-feira, 02 de Maio de 2023, 17h:06 - A | A

Ministério da Agricultura

Ministro Agricultura destaca Conab como “braço direito” e sucesso da linha de crédito dolarizada

Fávaro também reiterou seu apoio Reforma Agrária para defender o direito à propriedade

Adriana Assunção/Fatos de Brasília

O ministro da Agricultura e Pecuária (MAPA), Carlos Fávaro (PSD) destacou nesta terça-feira (02.05) “uma boa notícia” informada pela Diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo o ministro, os R$ 2 bilhões da linha de crédito dolarizada acabou em um dia, sendo necessário buscar novos incentivos para a agropecuária. A declaração do ministro foi durante reunião com Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).  

“Os R$ 2 bilhões a 7,59%, as indústrias baixaram para 6.09% e em um dia de oferta foi tomado os R$ 2 bilhões. Vou ter que providenciar mais recursos. Já estamos providenciando mais recursos para poder incentivar o crescimento da agropecuária”, destacou o ministro, negando a existência de qualquer retirada de linha de crédito.  

Fávaro afirmou que o sucesso da linha de crédito acontece especialmente em razão da redução de juros. “O BNDES sentiu o desejo do setor, se tinha aptidão essa linha de crédito, compromisso com apoio ao Plano Safra ao lado de uma Agricultura de Baixo Carbono (ABC+). Então, as indústrias, as revendas e os bancos se incorporam a isso deram um prêmio aos produtores com boa safra, a taxa de juros de 7,59%, que o BNDS disponibilizou muito mais barata que a eventual linha de crédito para o Plano Safra, claro que tem concorrente cambial, mas para aqueles que tem o resto natural isso não é risco nenhum”, declarou Fávaro.  

O ministro também falou sobre a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ser novamente um braço do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Em uma opinião enfática, o ministro declarou que “não há Ministério da Agricultura sem a Conab.”  

“Não existe Ministério da Agricultura sem uma companhia de apoio e fiscalização. Não existe Secretaria de Política Agrícola sem um braço operador de apoio às políticas públicas. E é isso que eu disse aqui, é fundamental. Para existir o Ministério da Agricultura que tenha a Conab ligada ao Ministério da Agricultura”, afirmou Fávaro.  

Leia também: Empresário morre na BR-364 ao retornar de encontro de motociclistas em MT

Ainda durante a reunião, o ministro externou sobre a demarcação de terras indígenas. Fávaro reiterou seu apoio Reforma Agrária para defender o direito à propriedade. “O direito e o sonho de um pedaço de terra para aqueles homens e mulheres com vocação para produzir alimentos é legítimo. Um plano nacional de reforma agrária é legítimo dentro dos rigores da lei. Considero invasão de terra produtiva tão danosa e tão criminosa como a invasão do Congresso Nacional”, declarou.   Após o encontro com os parlamentares, o ministro da Agricultura foi recebido pelo presidente Lula no Palácio do Planalto.  

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760