21 de Fevereiro de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Câmara Federal Quinta-feira, 27 de Abril de 2023, 10:54 - A | A

Quinta-feira, 27 de Abril de 2023, 10h:54 - A | A

Congresso Nacional

Fávaro rechaça "palanque político" em CPI do MST e reitera defesa por Reforma Agrária dentro da lei

Fávaro reiterou o posicionamento do Governo Lula (PT) contra invasão de terras produtivas

Adriana Assunção

O ministro da Agricultura e Pecuária (Mapa), Carlos Fávaro reconheceu a prerrogativa do Congresso em investigar na “CPI do MST” a atuação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A declaração nesta quinta-feira (27.04) foi ao ser questionado pela imprensa nacional sobre leitura do requerimento de criação pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Embora tenha demonstrado respeito ao direito dos parlamentares, Fávaro alertou para que a CPI do MST não se torne “palanque político”.

“Não podemos em hipótese alguma contestar essa prerrogativa do Congresso, mas o que eu gostaria muito, é que essa CPI não se transformasse num palanque político. A eleição passou e temos que olhar para o futuro e fortalecer a agropecuária”

O ministro reiterou o posicionamento do Governo Lula (PT) contra invasão de terras produtivas. Segundo Fávaro, é papel do Estado promover a Reforma Agrária dentro da lei. “Eu comparo ao ato repugnante da invasão do Congresso Nacional ao mesmo de invasão de terras produtivas. Nunca é o momento de invasão de terras produtivas.”

Para o ministro, é necessário que o Estado ajude o cidadão que sonha em produzir a ter seu pedaço de terra, assim como faz para aqueles que sonham com a casa própria, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida.

“Eu defendo a Reforma Agrária, defendo que é papel do Estado prover aqueles homens e mulheres com o sonho de um pedaço de terra para produzir alimentos, como é papel do Estado, por exemplo, prover o cidadão mais humilde o sonho da casa própria, através do Programa Social - Minha Casa, Minha Vida, é papel do Estado prover ao cidadão mais humilde, que disponha de fazer uma faculdade que não tem condições de fazer sozinho programas sociais como Fies”, destacou Fávaro.

Leia também: Brasil consegue liberação do estoque de carne bovina para exportação à China

CPI do MST – Após à leitura do requerimento de abertura da CPI do MST caberá aos líderes partidários indicar os integrantes para que a Comissão seja instalada e possa iniciar os trabalhos.

 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760