24 de Junho de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Presidência Terça-feira, 27 de Junho de 2023, 10:04 - A | A

Terça-feira, 27 de Junho de 2023, 10h:04 - A | A

Plano Safra 2023/2024

Presidente Lula e Ministro Fávaro lançam plano histórico de financiamento para impulsionar a agricultura e pecuária empresarial no Brasil

Os recursos da ordem de R$ 364,22 bilhões vão apoiar a produção agropecuária nacional de médios e grandes produtores rurais

Edina Araújo/VGNAGRO direto de Brasília

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, apresentaram hoje (27.06), em Brasília, o ambicioso plano de financiamento da agricultura e pecuária empresarial. Com um montante expressivo de recursos no valor de R$ 364,22 bilhões, esse plano tem como objetivo principal impulsionar a produção agropecuária nacional, com foco especial em médios e grandes produtores rurais, até junho de 2024.

Em um esforço para fortalecer o setor e impulsionar práticas ambientalmente sustentáveis, o Plano Safra 2023/2024 traz medidas inovadoras, como a redução das taxas de juros para recuperação de pastagens e a premiação dos produtores rurais que adotarem práticas agropecuárias consideradas mais sustentáveis. Com isso, busca-se fomentar sistemas de produção que sejam economicamente viáveis e ao mesmo tempo preservem o meio ambiente.

Do total de recursos disponibilizados para a agricultura empresarial, um valor impressionante de R$ 272,12 bilhões será destinado ao custeio e comercialização, representando um aumento de 26% em relação ao ano anterior. Outros R$ 92,1 bilhões serão direcionados para investimentos, evidenciando um salto de 28% nessa categoria.

É importante ressaltar que uma parte significativa dos recursos, no valor de R$ 186,4 bilhões, será oferecida com taxas controladas. Desse montante, R$ 84,9 bilhões serão disponibilizados com taxas não equalizadas, enquanto R$ 101,5 bilhões contarão com taxas equalizadas (subsidiadas). Além disso, há ainda R$ 177,8 bilhões destinados a taxas livres.

No que diz respeito às taxas de juros, o plano estabelece que para o custeio e comercialização, os produtores enquadrados no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) terão acesso a uma taxa de 8% ao ano, enquanto os demais produtores pagarão 12% ao ano. Quanto aos investimentos, as taxas de juros variam entre 7% e 12,5% ao ano, de acordo com o programa escolhido.

O plano de financiamento lançado a promessa de crescimento e transformação, abrindo caminho para um futuro próspero no campo.



 

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760