17 de Maio de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Presidência Quinta-feira, 03 de Agosto de 2023, 13:30 - A | A

Quinta-feira, 03 de Agosto de 2023, 13h:30 - A | A

premiação

Lula vai premiar prefeitos que evitarem queimadas e desmatamento no Brasil

Lula defendeu uma ação conjunta para a prevenção de delitos ambientais

Giovanna Bitencourt/Fatos de Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou durante uma entrevista nesta quinta-feira (03.08), que pretende premiar os prefeitos que melhor trabalharem para conter o desmatamento ilegal e evitar as queimadas em seus municípios. Lula defendeu uma ação conjunta para a prevenção de delitos ambientais e disse que não adianta ficar em Brasília "brigando contra o desmatamento".

Conforme o presidente, é preciso compartilhar as ideias e decisões com os prefeitos, para haver motivação para trabalhar com o Governo. Lula destacou que o resultado será maior e mais positivo, ao invés de apenas denunciar.

“Se a gente compartilhar as nossas decisões com os prefeitos, e eles se sentirem motivados a participar com o Governo, a gente vai ter muito mais resultado do que se a gente ficar apenas denunciando”, disse.

Lula continuou dizendo que vê a necessidade de premiar as pessoas que fazem bem para a natureza e preservam a fauna e a flora brasileira. Ele afirmou que acredita que a ideia dará certo, entretanto, não explicou como funcionará a premiação. 

“Em vez de a gente punir, a gente premiar aquelas pessoas que fizeram bem para a preservação da nossa fauna, da nossa floresta, da nossa água, para que as pessoas denunciem as queimadas, o garimpo ilegal, os madeireiros ilegais, eu acho que vai dar certo”, pontuou.

Inicialmente, o foco do presidente é nas cidades amazônicas. Conforme ele, haverá discussões para combater tudo que for ilegal, e irão colocar agentes da Polícia Federal no município de Manaus, para ajudar no combate e na preservação da Amazônia.

O presidente ainda destacou que o objetivo é criar um convênio com países que fazem fronteira com a Amazônia. Além de combater o desmatamento, também visam atuar contra o crime organizado e o narcotráfico.

“Nós vamos fazer uma reunião com todos os prefeitos das cidades amazônicas, vamos discutir com eles uma política de combater tudo que for ilegal. Vamos colocar a Polícia Federal com uma base central em Manaus, para que a gente possa atuar em conjunto com todos os outros estados, vamos fazer convênio com os países fronteiriços para que a gente possa combater o crime organizado, o narcotráfico, o garimpo ilegal, os madeireiros ilegais”, encerrou.

Leia mais - Lula sanciona lei que garante sistema de monitoramento de violências nas escolas

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760