24 de Junho de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Câmara Federal Quinta-feira, 03 de Agosto de 2023, 14:37 - A | A

Quinta-feira, 03 de Agosto de 2023, 14h:37 - A | A

Brasília

Medeiros e Lindbergh Farias batem boca no Plenário: "Lave a boca para falar do Presidente Jair Bolsonaro"

Discussão acesa entre deputados Lindbergh Farias (PT) e José Medeiros (PL) na Câmara Federal

Rojane Marta/Fatos de Brasília

Uma acalorada discussão tomou conta do Plenário da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (03.08), quando os deputados federais Lindbergh Farias, do Partido dos Trabalhadores (PT), e José Medeiros, do Partido Liberal (PL), trocaram fortes palavras ao abordarem temas controversos, incluindo a prisão do hacker Walter Delgatti, alegações de tentativa de golpe envolvendo o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e questões relativas ao Estado Democrático de Direito.

A tensão entre os parlamentares começou quando Lindbergh Farias discursava sobre a prisão de Walter Delgatti, conhecido como o hacker responsável pela divulgação de mensagens obtidas por meio da Operação Lava Jato, em um episódio amplamente conhecido como "Vaza Jato". Farias relacionou a prisão do hacker com supostas tentativas de interferência nas urnas eletrônicas e alegações de pedidos de grampo telefônico envolvendo o ex-presidente Bolsonaro.

A partir desse ponto, a discussão escalou rapidamente, com o deputado José Medeiros interrompendo o discurso de Farias e pedindo para que ele "lave a boca" antes de mencionar o nome do presidente Jair Bolsonaro. "Lave a boca para falar do Presidente Jair Bolsonaro. Esse hacker é de vocês!"

A troca de acusações e argumentos se estendeu, com Farias insistindo nas suas alegações e Medeiros rebatendo as afirmações, alegando que Farias estava mentindo e pedindo respeito ao decoro parlamentar.

A discussão continuou a envolver os parlamentares, incluindo referências à suposta relação do hacker com Bolsonaro e sua equipe, bem como acusações de atentado contra o Estado Democrático de Direito. Lindbergh Farias afirmou que o futuro de Bolsonaro seria a prisão e mencionou outros indivíduos relacionados, como o tenente-coronel Mauro Cid. “Eu sei por que os senhores estão nervosos, e não é só pela inelegibilidade, não. A preocupação dos senhores é com o que está por vir. E serão vários processos: por tentativa de golpe, por atentado contra o Estado Democrático de Direito e por corrupção. Eu digo e afirmo: o destino de Bolsonaro vai ser a prisão”, disse.

José Medeiros, por sua vez, em tom provocativo, fez comentários sobre o estado civil de Bolsonaro e instou Farias a manter o respeito durante suas falas. “Senador Lindbergh, desculpe-me, mas o Bolsonaro já é casado. Ele é casado com a Michelle. Deixe de fixação!”

O presidente da sessão, deputado Pompeo de Mattos, interveio para lembrar os deputados sobre as regras de debate e a importância do respeito mútuo no Plenário. Ele expressou reconhecimento pela atuação passada dos dois parlamentares como senadores e destacou a necessidade de manter a civilidade durante os debates, respeitando as normas do Regimento Interno da Câmara.

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760