22 de Julho de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Câmara Federal Quarta-feira, 21 de Junho de 2023, 09:33 - A | A

Quarta-feira, 21 de Junho de 2023, 09h:33 - A | A

Ataque em escola

Deputado cita treinamento para evitar tragédias e pede celeridade em PLs de proteção e atendimento psicológico

"Estão todos em pânico, todos com medo. Essa situação não pode continuar assim”, destacou o deputado

Adriana Assunção/Fatos de Brasília

O deputado federal Diego Garcia (Republicanos-PR) lamentou nesta quarta-feira (21.06) o ataque na Colégio Estadual Professora Helena Kolody, que resultou na morte de Luan Augusto, e Karoline Verri Alves, ambos de 16 anos. Em sua fala durante Comissão de Educação, o parlamentar pediu celeridade na tramitação aos projetos com tema de proteção e atendimento psicológico aos pais, professores e alunos.

“Precisamos trabalhar junto aos deputados relatores aqui que alguns desses projetos eles deem maior celeridade e possamos avançar essa discussão, esse debate com qualidade, com respeito, as famílias principalmente, respeito aos educadores e profissionais da Educação. Estão todos em pânico, todos com medo. Essa situação não pode continuar assim”, destacou o deputado.

Como membro da Comissão de Educação, o deputado destacou os relatos de amigos de Karoline e Luan que classificaram as vítimas como pessoas brilhantes. “Pessoas que de fato eram exemplos, com futuro brilhante, inclusive vi um depoimento de uma amiga da Karoline de que o sonho e o desejo dela era ser professora.” 

Estão todos em pânico, todos com medo. Essa situação não pode continuar assim

Diego Garcia exaltou a coragem de um prestador de serviço que estava em uma empresa ao lado no momento do ataque. “Quando ouviu os disparos ele adentrou a escola e logo que entrou no corredor da escola ele se deparou com o criminoso, com o jovem que tirou a vida de forma brutal de outros dois jovens, e ele então, gritou dizendo ser um policial. Ele estava com celular na mão, levando o atirador acreditar que fosse uma arma, ele se rendeu, impedindo uma tragédia maior”, afirmou o deputado.

Leia mais: Assassino de dois estudantes no Paraná é achado enforcado na cadeia

O deputado afirmou que os estudantes estavam “preparados” para situação de ataques, em razão e um treinado proporcionado pela Prefeitura de Cambé. “O treinamento que o município ofereceu através da Polícia Militar evitou também que essa tragédia fosse maior. Os adolescentes estavam preparados para a situação, então, eles adentraram a sala de aula fizeram uma barreira com as carteiras para impedir o atirador”, declarou o parlamentar.  

Leia mais: 

Morre nesta madrugada (20) adolescente baleado com namorada em escola no PR

Ex-aluno de escola do Paraná mata uma aluna e deixa outro ferido em tiroteio

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760