22 de Julho de 2024.

  • ico-capa-01-facebook.png
  • ico-capa-01-twitter.png
  • ico-capa-01-whatsapp.png

Política Quarta-feira, 31 de Maio de 2023, 09:44 - A | A

Quarta-feira, 31 de Maio de 2023, 09h:44 - A | A

DEU NA FOLHA DE SP

Bolsonaro e governador do DF podem ser chamados para depor na CPMI do 8 de Janeiro

Relatora da CPMI disse que há possibilidade de convocar Jair Bolsonaro e Ibaneis Rocha para falar sobre os atos de 8 de janeiro

Lucione Nazareth/Fatos de Brasília

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), podem ser convocados a depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que apura os atos golpistas de 8 de janeiro no Congresso Nacional. A informação é da relatora da Comissão, a senadora Eliziane Gama (PSD-MA), em entrevista à Folha de S.Paulo publicada nesta quarta-feira (31.05).

Eliziane disse ao jornal que o foco da investigação é saber o que de fato aconteceu entre as eleições de outubro de 2022 e a invasão aos Três Poderes, como os atos na diplomação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Há possibilidade de ele [Jair Bolsonaro] vir. Isso é um fato. De novo, pode ser também que não venha. Nós temos 180 dias. Então eu acho que, nesses dois primeiros meses, é importante tomar pé da situação. O que você tem. E depois partir [...] Se tiver que fazer uma ação mais ostensiva, sim. Se tiver que chamá-lo, nós vamos chamar. Até porque é absolutamente possível disso acontecer, né?”, disse a senadora.

A parlamentar revelou que pretende investigar a responsabilização do Governo do Distrito Federal, e que para isso há possibilidade de convocar o ex-ministro Anderson Torres [que na época dos fatos ocupava cargo de secretário de Segurança Pública do Distrito Federal], que foi preso logo após os atentados, e até mesmo o governador Ibaneis Rocha - que chegou a ser afastado.

"Você tem aí um orçamento de R$ 10 bilhões do Fundo Constitucional só para isso. Então a gente precisa levantar isso aí. E a gente vai focar no financiamento, que é um ponto muito importante. [Anderson Torres] é um nome que também será ouvido. Até pela função dele. Naturalmente será ouvido. Até acredito que será logo. [...] No caso do governador do DF há uma possibilidade de fato, né? Há algumas definições em nível de Supremo, mas ele é investigado, o governador de Brasília. Tem uma diferença”, declarou a relatora.

Ainda na entrevista, Eliziane Gama disse que militares do alto escalão também serão convocados a depor na CPMI, porém, não soube antecipar nomes ou cargos dos futuros alvos.

Leia Também - CPMI inicia com 449 requerimentos: Oposição quer depoimento de Dino e governistas miram Bolsonaro

Siga a página do VGNotícias no Facebook e fique atualizado sobre as notícias em primeira mão (CLIQUE AQUI).

Entre no grupo do VGNotícias no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).   

Comente esta notícia

icon facebook icon twitter icon instagram icon whatsapp

RUA CARLOS CASTILHO, Nº 50 - SALA 02 - JD. IMPERADOR VÁRZEA GRANDE / MT

(65) 3029-5760 | (65) 99957-5760